FALECEU NA ZONA CENTRO UMA DAS MULHERES MAIS IDOSAS DO PAÍS

MARIA DA CONCEIÇÃO NUNES, nascida em Vilas de Pedro, freguesia de Campelo, concelho de Figueiró dos Vinhos, no dia 31 de Outubro de 1913, no estado de viúva, contava 105 anos de idade, não deixou descendentes mas deixou testamento.

Actualmente a residir no “Lar da Várzea”, freguesia de Santiago da Guarda, concelho de Ansião, veio a falecer de morte natural no passado dia 30, quando transportada para o Hospital da Universidade de Coimbra, tendo o seu corpo direccionado para a Casa Mortuária de Vilas de Pedro, o seu funeral realizado no dia seguinte para o cemitério de Vilas de Pedro

Dados divulgados pelo semanário SOL, na sua edição de 26 de janeiro 2019, que se referem ao levantamento mais recente feito no país, em 2017 – revelam que, por cá, existem 2600 mulheres centenárias, à frente dos homens, que são 1668 – num total de 4268 pessoas. A diferença acentuada é compreensível: a esperança média de vida em Portugal fixa-se nos 78,1 anos para os homens e nos 84,3 anos para as mulheres, de acordo com os dados mais recentes da Pordata, relativos a 2016.

Mas os dados permitem fazer de forma mais aprofundada o retrato desta população. É, por exemplo, no Centro que existem mais centenários, 1381, dos quais 868 são mulheres e 513 são homens. Segue-se o Norte, onde vivem 656 mulheres e 428 homens com mais de 100 anos – 1084 no total – e o terceiro lugar é ocupado pela Área Metropolitana de Lisboa, com 339 homens e 479 mulheres (818 centenários, no total). No final da contagem surgem o Alentejo – com 339 mulheres e 213 homens – e o Algarve – com 139 mulheres e 104 homens. Esta mulher integrava um das mais idosas da zona centro do país.

FCB

Outros artigos

Ver também

Close
Back to top button
Close
Close