Município da Sertã e CPCJ promovem Caminhada pelos Direitos das Crianças

A Caminhada pelos Direitos das Crianças que se realiza no próximo dia 26 de novembro, a partir das 9 horas, na Sertã, vai ser o ponto alto da comemoração do 34.º aniversário da Convenção sobre os Direitos das Crianças, promovida pelo Município da Sertã e pela Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) da Sertã, Guarda Nacional Republicana (GNR), Agrupamento de Escolas da Sertã e Instituto Vaz Serra.

O ponto de encontro da caminhada será junto à Câmara Municipal da Sertã, numa iniciativa aberta à comunidade, que deverá inscrever-se através do link: https://docs.google.com/forms/d/1KnKvpvfZB9YyS2LLs6vGlQeE0COIyr9byNiWQS6J4QY/viewform?edit_requested=true . Os participantes deverão vestir uma peça de roupa branca e fazer-se acompanhar de doce ou salgado para o almoço partilhado, em que será servida uma sopa pela Associação de Pais e Amigos dos Escuteiros da Sertã.

A realização da caminhada vai encerrar a semana de programação que levará ao Agrupamento de Escolas da Sertã (Escola Básica Padre António Lourenço Farinha e Escola Básica da Sertã) diversas iniciativas de sensibilização para os direitos das crianças, numa parceria entre a CPCJ e a GNR.

A Caminhada integra-se na Campanha Nacional “Estendal dos Direitos” promovida Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens. Recorde-se que a 20 de novembro assinala-se o 34º Aniversário da Convenção sobre os Direito das Crianças, data em que a Assembleia Geral das Nações Unidas adotou, (em 1959), a Declaração dos Direitos da Criança e no mesmo dia, em 1989, a Assembleia adotou por unanimidade a Convenção sobre os Direitos da Criança (CDC). O documento foi ratificado em 1990, inclusive por Portugal. Este documento enuncia um amplo conjunto de direitos fundamentais – os direitos civis e políticos, e também os direitos económicos, sociais e culturais – de todas as crianças, representando um vínculo jurídico para a promoção e proteção eficaz dos direitos e liberdades nela consagrados.

Outros artigos

Deixe um comentário

Back to top button
Close
Close