Requalificação do Centro de Saúde da Sertã vai avançar

“Após uma luta de dois anos, finalmente obtivemos financiamento do PRR, num valor superior a 1 milhão de euros, que nos permite avançar com a ampliação do Centro de Saúde da Sertã”, informou Carlos Miranda, Presidente da Câmara Municipal da Sertã. “É mais um passo dado, que nos deixa cada vez mais perto de concretizar esta obra estratégica e de extrema importância para o concelho e para a região, que contribuirá decisivamente para a melhoria da prestação dos cuidados de saúde”, referiu o autarca.

O Presidente da Câmara Municipal da Sertã assinou esta sexta-feira, 7 de junho, o contrato de financiamento relativo à requalificação do Centro de Saúde da Sertã. A assinatura decorreu na sede da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC) em Coimbra, numa cerimónia que contou com as presenças de Ana Paula Martins, Ministra da Saúde, Manuel Castro Almeida, Ministro Adjunto e da Coesão Territorial, Isabel Damasceno, Presidente da CCDRC e André Trindade, Presidente do Conselho Diretivo da Administração Central do Sistema de Saúde.

Ana Paula Martins, Ministra da Saúde, destacou que “Não se conseguem atrair e mobilizar profissionais e equipas de saúde sem boas instalações, sem bons equipamentos e sem modernização. É um fator de atratividade absolutamente fundamental”, sublinhou a governante, destacando a importância do reforço da medicina de proximidade, concluindo que “saúde é cada vez mais proximidade e, sem autarcas, não há proximidade”.

Esta ideia foi igualmente defendida por Manuel Castro Almeida, Ministro Adjunto e da Coesão Territorial, que referiu que a melhor solução para execução do PRR é “confiar nos autarcas para que este trabalho possa ser feito a tempo e horas”, pela proximidade e pela experiência no serviço às populações.

Isabel Damasceno, Presidente da CCDRC, sublinhou que a sua equipa está atenta ao cumprimento de prazos e resultados, reforçando que “o país está convocado para executar o PRR. Assegurou ao Ministro da Coesão que “pode contar com a Região Centro para executar o PRR.”

O apoio financeiro decorrente da assinatura do contrato totaliza 1.055.922,45€. A intervenção visa a ampliação do Centro e a requalificação de alguns espaços por forma a melhorar os serviços e as condições de segurança e conforto para utentes e profissionais, e a possibilitar de forma mais funcional o cumprimento de planos de contingência. A intervenção visa também melhorar as condições de acessibilidade e tornar o edifício ambientalmente mais sustentável, através da introdução de medidas de eficiência energética.

Outros artigos

Deixe um comentário

Back to top button
Close
Close